NESTE EPISÓDIO...

Dalva acusa Leo de estar envolvido com Camilla e ela estranha, pois Dalva é casada com Jaques. Michelle diz que o casamento deles é de mentira e pede para a ajudarem a procurar o juiz. Vítor chega a um cruzamento e Horácio diz a Vítor por onde seguir. Camilla entra no quarto e o juiz agarra-a e Camilla diz-lhe que ele tem de confessar e começa a ter dificuldade em respirar. Leo decide ir à procura do juiz. 

Cláudia acusa Joana de a ter enganado e que aquilo é obsessão. Carolina pede-lhe para largar Cláudia e Joana ameaça, que se ela não ficar com ela, não fica com ninguém. Camilla está a ficar sem ar e o juiz acha que ela merece morrer. Dalva entra e ao ver Camilla quase sem ar dá com o ferro na cabeça do juiz, que cai no chão. Dalva faz respiração boca a boca a Camilla e esta acorda. Laura e Pepe estão na festa do Pinheiro e divertem-se  entre a multidão. Becas entra em casa de Vasco e ouve a discussão entre Cláudia e Joana, com a advogada a admitir estar arrependida do que fez à ex-mulher, por Becas ter sido a única pessoa que ela amou de verdade. Joana espeta-lhe a faca e depois faz um golpe em Carolina, Becas aparece e dá-lhe com um jarro na cabeça, que a faz desmaiar.

Artur e Papa chegam ao centro da cidade e a estrada está cortada e o Guarda lembra-se do sinal do telemóvel de Horácio. Carlos acha que vai ser difícil encontrá-lo, pois deve estar misturado na multidão. 0 Horácio manda Vítor parar o carro e sai. Becas diz a Cláudia para não morrer e que a ama, entretanto a polícia chega e Carolina conta que Cláudia foi esfaqueada por Joana. A Camilla agradece a Dalva por lhe ter salvo a vida e não percebe porque é que ela o fez, pois ficou sem o filho e sem o rim por culpa dela. Dalva explica que a história delas é semelhante em alguns pontos, mas Camilla vinca que fez muita escolha errada na vida.  O localizador dá sinal, e Artur percebe que Horácio subiu a Penha. Horácio não consegue perceber como é que Bruno o tramou e começa a gravar um vídeo e diz que nunca mais o vão ver e conta o que sabe sobre Camilla.

Os paramédicos entram e levam Cláudia e Becas vai com ela. Horácio envia o vídeo e atira o telemóvel pela janela. Alguns telemóveis dão sinal de mensagem e estranham. Todos veem o vídeo de Horácio, onde ele conta que foi Camilla que matou Alexandre. Artur grita, desesperado e Júlia vai direita a Camilla e diz que a mata, e Camilla não se defende. Júlia pergunta se é verdade e Camilla confirma, e diz que foi um acidente. Júlia diz que não tem como provar isso e Camilla conta que quem devia ter morrido era Vitorino. Artur chora e Carlos leva-o para o carro. O Papa diz que vão fazer justiça e Joaquim acha que Horácio pode estar a mentir e a lançar o caos.

Artur quer falar com Camilla e Bruno assente que é verdade.  Joana está a ser assistida, mas já está com algemas e promete que aquilo não vai ficar assim.  Carolina liga a Vasco e diz que Joana tentou matar Cláudia e este afirma que vai para o hospital, mas primeiro conta à polícia o que Joana fez. Vitorino conta que não a casa de Camilla para violar Isabel, mas porque esta o provocou e depois o deixou pendurado. Camilla explica que reconheceu Vitorino pela mancha que tem nas costas e matou Alexandre por acidente.

Bruno conta que Alexandre foi ajudar Isabel, e que a sua mãe disparou a pensar que estava a atirar em Vitorino. Cidália liga a Becas e esta pede-lhe para ir ao hospital, pois Cláudia foi esfaqueada. Camilla diz que ama Artur e nunca seria capaz de fazer mal a um filho dele e Júlia continua a achar que foi vingança. Dalva tem pena de Camilla, mas esta acha que têm de ter pena é de Júlia. Sara volta a deitar fora os comprimidos e ouve gritos no corredor e sai do quarto. Becas chora e diz que Cláudia não pode morrer e Sara assiste à cena com estranheza Artur está catatónico e Júlia não consegue acreditar no que aconteceu e deita-se ao pé de Artur.