NESTE EPISÓDIO...

Vasco e Carolina cruzam-se com Carlos, e este conta que tentou separá-los no passado e prepara-se para contar, quando Sara surge e diz que Carlos é o culpado do acidente que colocou Carolina em coma.

Artur quer saber quem é que lhe está a querer fazer mal e pede ao guarda para ligar de novo a pedir comprimidos e ele diz-lhe que vai tentar. Todos percebem agora, porque é que Danilo era tão atencioso com Leonor e Vasco assente que ela tem de ir embora.

Papa conta a Artur que Camilla tentou ajudá-lo e revela que Horácio roubava os rins às vítimas e largava-as na rua e que ela ameaçou deixa-lo se continuasse com o negócio nesses moldes.

Leo diz que Artur não pode continuar naquela prisão e decide ir aos Estados Unidos à procura do juiz. Jaques conta que não pode ir com ele, por ter identidade falsa, pois é procurado por falsificação de obras de arte. Joana acusa Cláudia de andar com Luís e o advogado anui que são apenas amigos, e Joana descontrolada, ameaça matar todos.

Bruno chega e confirma que entregou os comprimidos ao guarda e Jesus diz que só falta saber se Artur os recebeu. O guarda liga e conta que não conseguiu entregar os comprimidos e Camilla pede para ir a casa dela. Artur está desesperado e Papa diz que o nome de Camilla pode ajudar, pois ela é poderosa.

O chefe dos guardas aparece e manda Artur e o Papa saírem da cela. Papa vinca que roubaram os comprimidos de Artur e o chefe da guarda assente que se não aparecerem, revista a prisão inteira. Renato liga a Rodolfo e conta que Artur está em apuros, pois estão a impedi-lo de ter acesso aos comprimidos.

Carlos revela que já entregou o distintivo, e que não pode continuar a defender a lei. Leonor acusa Sara de ter quebrado o acordo e Sara vinca que já perdeu tudo, e que não tem medo dela.