NESTE EPISÓDIO...

O juiz conta que estava desesperado e só fez aquilo para salvar a filha e Leo volta a perguntar quem é que lhe pagou.

Sara grita com Carolina e diz que não quer os filhos com ela e a enfermeira anui em dar-lhe um calmante, mas Sara, completamente descontrolada, não quer.

Carolina sai do quarto de Sara, a chorar e aproxima-se de Cláudia e Joana percebe que a namorada não a foi buscar e está ali por causa de outra mulher.

Ana Clara diz que têm de ser realista e pensar no que fazer caso Artur não apareça. Júlia diz que sem corpo, não há morte e não vão cometer o mesmo erro da outra vez.

O juiz mostra a foto do homem e Bruno confirma arrasado que conhece bem.

Cláudia diz a Joana que Carolina é cunhada dela, mas Joana não ouve e acusa-a de a ter abandonado no hospital. Cláudia tenta acalmá-la e diz-lhe que ela tem de se tratar e Joana dá-lhe um estalo.

Raissa está preocupada com Aisha e acha que a irmã sente a falta de Bruno, pois ele tem sido um pai para Lucas. Paulo acha que o grande amor de Artur sempre foi Camilla e, por isso, era um disparate Aisha ficar com ele.

Leo diz ao juiz que tem de voltar com eles e inocentar Artur. Juiz vinca que vai ser expulso e Leo diz que ele revelar que foi vítima de chantagem e ameaçado de morte.

Cláudia diz que pensava que Joana já tinha tido alta e Carolina diz que Sara não está nada bem e decidem ir almoçar juntas. Joana observa-as a afastarem-se, meio abraçadas.

O juiz diz que tem de ir buscar o passaporte ao quarto e Bruno ainda não acredita que o pai está metido naquilo.

Piedade diz a Marcelo que só vai almoçar com Ana Clara quando disser quais são as intenções dele e ele vira-lhe costas.

Ana Clara entra no restaurante e fica admirada ao ver Laura e pede desculpa a Marcelo, pois se soubesse que Laura trabalhava ali, não teria sugerido aquele restaurante.

Joana espreita pela janela e vê Carolina e Cláudia a almoçar. Joana observa Carolina e Cláudia do exterior, entra no restaurante e pega numa faca, dirigindo-se a Cláudia.