Camilla (Carolina Kasting) chega ao hospital para visitar Artur (Rúben Gomes), quando uma enfermeira a avisa que ele foi embora com a esposa. Enquanto a brasileira vinda que a esposa de Artur é ela, Júlia (Dalila Carmo) faz festas ao pai dos seus filhos, já em casa, dizendo-lhe que ali é o lugar dele. 

 

Júlia diz a Artur que ninguém vai voltar a roubá-lo e beija-o. Marta (Bruna Quintas) entra no quarto, nesse momento, assistindo a tudo. Entretanto, Vitorino (Joaquim Horta) diz a Artur que não lhe agrada a presença dele ali e que ele já não é o seu amigo do passado. Vitorino vai mais longe, dizendo que espera que ele morra, o que deixa Artur muito agitado. 

 

Camilla e Júlia discutem, com a brasileira a afirmar ser ela a mulher e que Artur não devia estar ali. Vitorino chega e diz que Artur merece morrer, por se tratar de uma assassino, acabando por revelar que matou um homem no Brasil.  

 

Camilla defende Artur, dizendo que matou o ex-noivo dela em legítima defesa. Júlia expulsa Vitorino e Camilla e pergunta-se quando é que Artur vai parar de os surpreender. Júlia acha que ele pode ir preso, mas Artur garante que agiu em legítima defesa.