Informático criou software e despediu-se da empresa. Esta vendeu-o como se fosse seu e agora é-lhe exigida indemnização

7 jun, 15:58
Informático criou software e despediu-se da empresa. Esta vendeu-o como se fosse seu e agora é-lhe exigida indemnização - TVI

Em «A Sentença», um formato conduzido por João Patrício, damos conta do caso que marca o programa da tarde «Não programado». Recebemos Carlos Coelho e Ricardo Aguiar. Carlos e Ricardo eram amigos e colegas, mas tudo mudou quando no dia em que um projeto conjunto causou a discórdia entre ambos. Ouvimos as duas partes e todos os detalhes do caso.