O que procura?

Jornal da Uma

Governo avança sem acordo com médicos para pagamento extraordinário "atrativo" de 50 euros/hora

PARTILHA