Nuno Homem de Sá: «Sabia que havia algo mais nestas pessoas cinzentas de fato e pasta na mão»

17 set 2020 15:53

No «Você na TV», recebemos Nuno Homem de Sá, que criou um canal do youtube onde partilha e expõe as suas reflexões.

Manuel Luís Goucha convida Nuno Homem de Sá para uma conversa descontraída onde falam sobre a infância do ator. Nuno Homem de Sá conta: «Desde pequenino que sabia que havia algo mais nestas pessoas cinzentas de fato e pasta na mão, que eram os adultos». Acrescenta que na altura olhava e dizia que não queria ser como eles. Revela que deixou de ir à igreja aos 6 anos porque era muito pesado para ele, sentia uma culpa e dor inexplicável devido ao facto de não perceber o que a igreja tinha a ver com ele. Indica que o seu caminho o levou a procurar outras coisas e começou por ler livros de espiritualidade e outras religiões.

O ator confessa que faltava às aulas para ir para as livrarias ler livros sobre metafísica, possessões demoníacas e fantasmas, achava aquilo super interessante. Revela que na altura ninguém queria saber desse tipo de temas, sobre espiritualidade e até mesmo astrologia e achavam-no maluco por procurar saber mais sobre isso. Admite que era uma constante procura de uma razão para esta vida e acredita atualmente que foi, através das reflexões e experiências que passou que há algo mais e admite que tem muito a ver com a ligação que criou com os animais e a natureza, acrescentando que vem tudo do interior. O ator criou um canal do youtube para poder expressar-se e partilhar as suas reflexões.

Nuno Homem de Sá tem um percurso de 20 anos na TVI e faz parte do elenco da nova novela, «Amar Demais», onde interpreta Ulisses Queiroz. O ator diz ter sido surpreendido pela história apaixonante que a novela conta e elogia também o fascinante elenco.