13 fev 2020 13:36

Menor de 16 anos acusa padrasto de abusar sexualmente dela

No «Você na TV», a advogada Suzana Garcia e o jornalista Miguel Fernandes, comentam este caso.

Uma menor de 16 anos acusa o padrasto de a abusar sexualmente. A menor afirmou, em Tribunal, que estes abusos já decorriam há mais de um ano e foram várias vezes na casa de família.

O suspeito tem 34 anos, é guarda-principal da GNR e desmente todas as acusações, dizendo que se trata de uma vingança da menor, por não aceitar a união deste com a mãe. O militar foi detido na passada terça-feira em Mortágua, e é presente hoje a Tribunal, para ser atribuída a medida de coação.

A investigação ainda está a decorrer, pois está a ser apurado se existe outra menor envolvida, a irmã da vítima, de 10 anos de idade, que pode também ter sido alvo de abusos sexuais.

A advogada Suzana Garcia comentou este caso, dizendo que «a medida de coação imposta vai ser muito importante, pois não podemos permitir que este indivíduo volte ao seio conjugal, mesmo que a menor esteja a mentir». O jornalista Miguel Fernandes concluiu dizendo que «há um trabalho posterior, e não se prende alguém apenas com um testemunho e foram, certamente, recolhidas outras provas que levaram a esta detenção».