11 jul 2019 15:18

Moradores de prédio são obrigados a sair mas recusam-se

No «Você na TV», a advogada Suzana Garcia comenta o processo de demolição do prédio Coutinho e a resistência dos moradores.

No Você na TV, ouvimos a história dos moradores que ainda resistem dentro do prédio Coutinho. No centro histórico de Viana do Castelo chegaram a ser 300 moradores, no entanto, neste momento são apenas 11 que resistem à obrigação de sair de casa.

O processo de demolição dura há cerca de 20 anos e os atuais moradores não querem deixar o local onde sempre viveram. A pergunta que se mantém é: até quando durará a resistência? A luta pela permanência no prédio é longa. Os moradores chegaram a estar mais de uma semana sem água, luz e sem sair de casa pois recebiam ameaças de que se saíssem já não entrariam. Se não fosse a ajuda dos familiares, que enviavam comida através da janela, não tinham o que comer.

A advogada Suzana Garcia comenta o caso e afirma que mais tarde ou mais cedo os habitantes se irão render, recordando que a grande maioria dos moradores já o fez. Os habitantes esperam que a decisão do tribunal lhes seja favorável e, apesar de considerarem a indemnização curta, sabem que se a decisão for contrária terão de sair.

Após a prevista demolição do prédio, o local será reservado para a construção do novo mercado municipal da cidade.