15 abr 2019 12:37

Depois de um tumor na cabeça, Micael deixou de conseguir lembrar-se do que faz

O convidado explicou em que momento da sua vida perdeu a capacidade de memória a curto prazo.

Imagina-se a viver sem memória a curto prazo? Micael vive desta forma depois de um tumor na cabeça, diagnosticado em 2014. A operações foi feita de emergência e Micael esteve em risco de vida durante 12 horas.

Após a cirurgia, Micael ficou paralisado do lado esquerdo e perdeu a memória a curto prazo. Coisas como quem acabou de cumprimentar ou o que acabou de comer são facilmente esquecidas por Micael, que teve de reaprender a viver.

A ajuda da esposa foi fundamental para se adaptar a um novo quotidiano. Micael opta por escrever tudo o que faz para assim se recordar de tudo.