10 set 2019 16:03

É possível ter sexo sem amor?

No «Você na TV», a sexóloga Marta Crawford e três convidados abordam a sexualidade nas diferentes gerações.

Setembro é o mês da saúde sexual e no programa recebemos a sexóloga Marta Crawford que comenta a importância do prazer, da intimidade e do respeito em todas as gerações.

Foram mesmo todas as gerações que estiveram representadas em estúdio: a reformada Rosa Labrincha, o bancário Lúcio Caiado e uma jovem administrativa Catarina Custódio falaram, sem tabus, sobre a importância da sexualidade nas relações.

Partilhando experiências pessoais todos consideram que o conhecimento entre parceiros se adquire considerando natural que as relações cresçam não só a nível emocional como sexual. Se para as gerações mais antigas a informação era pouca as mais novas contam com muita informação que pode ser perigosa: as diferentes gerações acreditam que o respeito e a intimidade mudam de geração para geração.

A nossa convidada Rosa Labricinha confidencia, por exemplo, que a sogra lhe revelou que morreu sem nunca saber o que era o prazer, sem nunca ter um orgasmo. Uma situação que não é única e que Lúcio Caiado admite que a maioria dos homens pensa na satisfação pessoal e não na do casal. A sexóloga comenta que a pouca informação que existia poderá ter contribuído para que a maioria das relações isto tenha acontecido, no entanto, Marta Crawford admite que mais recentemente os homens estejam mais preocupados na satisfação de ambos.

Marta Crawford ainda nos revela a campanha «Educação Sexual Para Todos» cujo objetivo é trazer para a discussão a temática da sexualidade para todas as gerações, sem tabus.