«Assassinos» comemoram fim de Henrique?