Almoço de família acaba em momento de tensão

25 dez 2020 00:00

Mercedes (São José Correia) conversa com Vera (Bárbara Branco) e diz à filha que é crucial que Artur (David Carreira) não falte ao almoço de família, porque PJ será contactada para lá aparecer.

Luzia (Patrícia André) avisa Artur para não se deixar rebaixar pelos Sousa no almoço, mas este diz-lhe para não se preocupar, por ter conseguido conquistar o coração de Vera.

Teodora (Rita Ribeiro) obriga Pompeu (André Nunes) e Joca (Frederico Barata) a fazerem as pazes, dizendo a Pompeu que Joca se deixou levar pela influência de Maria Rita (Kelly Bailey) contra Carolina (Marisa Cruz) e que ele tem de entender isso.

Joca insiste com Honório (Pompeu José), dizendo que não faz sentido que Maria Rita tenha escrito um bilhete a dizer que ia fazer mal a Carolina (Marisa Cruz), e garante que irá tirar a história a limpo.

Satisfeita, Carolina conta a Pompeu que Henrique (Pêpê Rapazote) se ofereceu para pagar os seus tratamentos. Pompeu sai irritado.

Joca comenta com Barnabé (Luís Gaspar) que alguém pôs o bilhete no quarto de Maria Rita para a tramar e o pastor questiona-o sobre quem teria interesse em que isso acontecesse.

Maria Rita diz a Suzy (Angie Costa) que não lhe apetece estar no almoço de família, e irrita-se com Joca por ele achar que pode ter sido Henrique o autor do bilhete e sai disparada.

Henrique diz a Maria Rita que se encarregou de pagar todos os tratamentos de Carolina, dizendo-lhe querer que ela se sinta bem lá em casa sem pensar no que aconteceu na Serra.

Os Quintela, os Sousa, Artur e Nuno (Duarte Gomes) tomam um aperitivo antes do almoço. Rodolfo (Joaquim Horta) pega-se com Nuno e com Constança (Margarida Corceiro) a discutirem problemas ambientais. Mercedes (São José Correia) corta a conversa, a pedir a Rodolfo que a ajude a escolher um vinho.

Rodolfo confirma a Mercedes que está tudo tratado para a polícia descobrir, dentro do carro de Artur, o dinheiro roubado da fábrica. Satisfeita, Mercedes diz que aquilo a vai livrar de dois problemas, contando depois com a ajuda dele para conseguir que David (José Condessa) e Vera se reconciliem.

Maria Rita admite a Suzy que ficou a pensar na hipótese de Joca.

Henrique diz a Artur que é preciso começar a pensar numa promoção para ele, agora que se vai casar com Vera. Nuno tenta falar, mas Henrique ignora-o ostensivamente.

Todos olham espantados para Aldina (Luísa Ortigoso) a dizer que a Polícia Judiciária está lá em casa e que pediram para falar com Artur. Vera, Mercedes e Rodolfo disfarçam a sua tensão.

Inspetores dizem a Artur terem recebido uma denúncia e ele diz-lhes que estão à vontade para revistar o seu carro, por não ter nada a esconder.

Artur informa os Trindade de Sousa que a polícia recebeu uma denúncia de ter sido ele quem roubou o dinheiro das Cerâmicas, mas não encontraram nada no seu carro como era expectável.

Mercedes e Rodolfo trocam um olhar surpreso e frustrado.

Laura olha radiante para o dinheiro que está no saco que acabou de trazer da rua.

Artur faz menção de sair, dizendo querer descobrir quem o tentou tramar com aquela história do dinheiro roubado, recusando a Vera que ela vá consigo.

Laura ouve atenta Artur a contar a Luzia que a polícia recebeu uma denúncia que o dinheiro que foi roubado das Cerâmicas estava no seu carro, não fazendo a ideia de quem poderá ter feito tal acusação contra ele. Laura esconde discretamente um maço de notas que deixou perdido na sala.

Henrique diz a Rodolfo estar muito baralhado com o que aconteceu e com as suspeitas de ter sido Artur a roubar o dinheiro das Cerâmicas, pedindo-lhe que fale com Moreira para tentar descobrir o que se passa.

Vera diz a Mercedes ter a certeza que Artur não tirou o dinheiro do carro antes da polícia o revistar, porque se assim fosse lhe teria dito alguma coisa. Mercedes diz à filha não estar tudo perdido e que ainda podem tramar Artur de outra maneira.

Maria Rita e Marlene consolam Aldina, que chora abalada com a perspetiva de Artur ficar preso e destruir a vida de Vera e Maria.

Vera diz-lhes que vai ter com Artur para demonstrar o seu apoio, ignorando Maria Rita a dizer-lhe estar convicta que Artur está inocente naquela história.

Nuno diz a Mercedes não saber o que aconteceu para o dinheiro que pôs no carro de Artur ter desaparecido e Mercedes acorda com ele dar-lhe dez por cento do valor se descobrir onde está o dinheiro.

Vera confirma com a mãe que tem os códigos do cofre e introduz uma pen no computador de Artur.