VÍDEO SEGUINTE
Descrição

China tenta apagar Tiananmen da história, mas o mundo não esquece

4 de junho de 1989, Praça de Tiananmen, Pequim: o dia em que milhares de manifestantes pró-democracia foram mortos pelo exército chinês. O regime comunista esforça-se por apagar este momento da memória coletiva, com as vigílias proibidas, mas no resto do mundo há quem faça questão de lembrar.

4 jun 2023, 13:49
Últimos
Últimos