São eles que agitam Bela Vida

  • 20 abr 2021, 20:34

Em «Festa é Festa», há uma grande mistura de feitios.

Na aldeia, quem são as personalidades incontornáveis? O Padre Isidro (Carlos Cunha), o Sôtor (José Carlos Pereira), a Presidente da Câmara e respetiva mãe, o taxista «bon vivant», o carteiro trapalhão, o empreiteiro trafulha e a sua nova namorada.

O Padre é natural da aldeia e descobriu muito cedo a vocação, para grande desgosto das raparigas da época, principalmente de Florinda (Ana Brito e Cunha), sua melhor amiga desde sempre. Isidro sempre soube que Florinda era perdida de amores por ele e, também, ele chegou a ser. Mas... o chamamento divino falou mais alto. O máximo que aconteceu entre eles foi um beijo à beira-rio. Isidro preocupa-se com Florinda, e tenta protegê-la.

PUB

Isidro é acarinhado por toda a população, só tem uma particularidade que atormenta toda a aldeia: quando bebe álcool torna-se demasiado falador, aborrecendo quem passa com histórias sem interesse. Esta particularidade faz com que as missas cheguem a demorar horas, mal ele toca no cálice do vinho. Para além de padre, Isidro é professor de latim numa aldeia onde a maioria dos habitantes mal estudou português. Isidro esconde um segredo: é filho bastardo do falecido filho de Corcovada (Maria do Céu Guerra).

PUB
PUB

O Sôtor é um médico trintão que vai à aldeia duas vezes por semana. Para além de médico, também o convencem a ser veterinário, parteiro, enfermeiro, fisioterapeuta... tudo. Por ser moderno, todos os machos aldeões acham que é homossexual. Já as mulheres... não! O Sôtor é misterioso e desconhece-se, de todo, a vida que leva fora do consultório. É culto, viajado e, volta e meia, fica muito alheado, quer emocionalmente, quer presencialmente. Sofre de fortes dores de cabeça e automedica-se, em excesso.

Glória Leitão (Catarina Avelar) é uma idosa, recém-enviuvada. É mãe da Presidente da Câmara, por quem Bino (Pedro Alves) se «pela todo». Glória detesta Bino, tem maus fígados e é quezilenta. Já Camila Leitão (Marta Gil) é a Presidente da Câmara. Estudou em Lisboa, ligou-se à política e, depois de se divorciar, candidatou-se à Câmara do Município. Vai várias vezes à aldeia: em visita à mãe e em trabalho. Camila é uma mulher de Esquerda, cheia de princípios e não suporta as trafulhices do Presidente da Junta.

PUB
PUB

Manel Martins (Vítor Norte) está perto dos 60 anos e é o taxista da aldeia. Casado com uma mulher mais nova e enxuta, foi um «bon vivant» nos tempos da tropa. Antes de ser taxista integrou esquemas obscuros que lhe permitiram comprar o carro. É bem-falante, conversador, e foi isso que o tornou no escolhido de Corcovada, como uma espécie de motorista. Espertalhão, sabe que a idosa tem uma espécie de affair por ele e usa isso para lhe ir sacando uns dinheiritos. Ele é o seu veículo para fora da aldeia e ela é o seu veículo para ir enchendo os bolsos.

Paulo Pires (Hélder Agapito) é um jovem carteiro e músico amador. Não vive na aldeia, mas passa lá todos os dias. É pouco instruído e tem um enorme défice de concentração. É tão mau carteiro quanto músico. Isto porque troca a correspondência e anda, há anos, a tentar ser ele o músico da festa, sem sucesso. Não se lhe conhecem namoricos, mas é um rapaz atrevido com as raparigas bonitas. Acha que a sua farda de carteiro lhe dá charme mas é, mesmo, só ele que o acha. Não se lhe conhecem as raízes e ninguém quer saber porque todos os veem como o “maluquinho” da aldeia. Está convencido que é este ano que terá a oportunidade de mostrar o seu talento musical ao mundo. Será desta?

PUB
PUB

Peixoto (Vítor Manuel) é um cinquentão. Empreiteiro da região, é trafulha, em particular, com os emigrantes, que não podem acompanhar as obras. Melhor amigo de Bino, e isso diz tudo a respeito. Largou a ex-família porque, em dias, se enamorou por Valquíria (Maria Sampaio). Peixoto trabalha noite e dia para que não lhe falte nada ao seu novo amor. Foram os bons atributos da brasileira que fizeram o empreiteiro cair de amores e são eles, também, que quase o levam à loucura de ciúmes. Na verdade, ninguém conhece o passado de Valquíria, mas todos desconfiam dele. Ela diz que era educadora de infância, no Brasil. Tirou um curso de estética e, entretanto, quer iniciar um negócio ao domicílio, patrocinado pelo namorado.

Acompanhe todas as novidades através das páginas oficiais de Facebook e de Instagram da novela.

RELACIONADOS

A festa só começa quando a família de emigrantes chega!

Bino, Florinda e Carlos: a frustração em família

A casa de Corcovada

«Festa é Festa» promete agitar a TVI

Extras

Mais Extras