Dívida pública recua para 113,8% do PIB em 2022. Medina fala em "níveis pré-pandemia e pré-troika" - TVI

Dívida pública recua para 113,8% do PIB em 2022. Medina fala em "níveis pré-pandemia e pré-troika"

  • CNN Portugal
  • CF
  • 28 fev 2023, 17:55
Fernando Medina na Comissão de Orçamento e Finanças (José Sena Goulão/Lusa)

Queda do peso da dívida pública fica abaixo dos 115% previstos pelo Governo

O Ministro das Finanças anunciou esta sexta-feira que o peso da dívida pública caiu em 2022 para 113,8% do PIB, numa "descida impressionante" de quase 12% em relação aos valores registados em 2021. 

“Posso hoje aqui anunciar pela primeira vez que a dívida pública irá reduzir-se para 113,8% do produto em 2022”, afirmou Fernando Medina esta terça-feira, numa intervenção inicial na audição da comissão parlamentar de Orçamento e Finanças. "É uma descida impressionante de quase 12 pontos, dos 125,4% que tinham sido registados em 2021, e é o menor valor desde 2010".

A dívida pública recua assim "para níveis pré-pandemia e para níveis pré-troika" - resultados mais otimistas que as perspetivas do Governo, que previam uma queda para 115%.

Na mesma reunião parlamentar, o Ministro das Finanças aproveitou para salientar os resultados relativos ao crescimento da economia portuguesa, "que superaram todas as expetativas". Também esta terça-feira, o INE confirmou uma evolução do PIB em 6,7% em 2022: "o maior crescimento em 25 anos e quase o dobro do resultado na Zona Euro", frisou o governante. 

"Fomos apelidados de otimistas, quando em outubro passado apresentámos uma revisão para 6,5%", fez ainda notar, referindo-se à apresentação do Orçamento de Estado para 2023. "Não tivemos recessão em 2022, crescemos mais, e hoje estamos 3,3% acima do nível de atividade que tínhamos em 2019".

Continue a ler esta notícia