Feto retirado do cérebro de uma criança de um ano - TVI

Feto retirado do cérebro de uma criança de um ano

  • TVI
  • MCP
  • 18 mar 2023, 11:04
Embrião sintético

"Gémeo parasita" desenvolveu-se alimentando-se do sangue da irmã

Relacionados

Uma bebé de um ano foi sujeita a cirurgia para extrair o feto do irmão gémeo do cérebro, na China.

Esta condição é rara - acontece um caso em cada 500.000 nascimentos e estão documentadas cerca de 200 ocorrências. É um caso de fetus in fetu (ou "gémeo parasita"), que acontece quando um feto não viável ou malformado é absorvido pelo gémeo, que acaba por desenvolver-se normalmente.

A anomalia foi documentada por uma equipa de cientistas da Universidade de Fudan, em Xangai, e o estudo foi publicado na revista Neurology.

A menina estava a ser seguida por médicos por apresentar perímetro cefálico aumentado, hidrocefalia e atraso motor, o que levou à descoberta do "gémeo parasita".

Os testes de ADN confirmaram que a massa encontrada no cérebro da bebé era, de facto, o seu irmão gémeo, que conseguiu desenvolver-se alimentando-se do seu sangue.

O feto desenvolveu membros superiores, com pontas de dedos, e foi possível observar a coluna vertebral, fémur e tíbia.

Segundo o El Mundo, ambos os fetos compartilharam a mesma placenta, mas cada um deles estava no seu próprio saco amniótico.

 

Continue a ler esta notícia

Relacionados