Mercado liberalizado de gás perde quase 15% de clientes em abril - TVI

Mercado liberalizado de gás perde quase 15% de clientes em abril

  • Agência Lusa
  • PF
  • 9 jun 2023, 12:55
Gás (Pexels)

Dados da ERSE também revelam que o consumo caiu 16,4%

O mercado liberalizado de gás natural registou cerca de 1,1 milhões de clientes em abril, o que representa uma perda de 14,7% em número de clientes, face ao mesmo mês do ano anterior, segundo informação do regulador.

“Este mês, o mercado livre registava cerca 1,1 milhões de clientes, para um consumo estimado em base anual de 31.597 GWh [Gigawatts-hora]. Estes valores representam uma redução de 14,7% em número de clientes e uma quebra de 16,4% em consumo, relativamente a abril de 2022”, informou a Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos (ERSE), que publicou o Boletim sobre o Mercado Liberalizado de Gás Natural relativo a abril.

Em outubro do ano passado entrou em vigor a medida que permitiu o regresso dos clientes ao mercado regulado de gás natural, para fazer face aos elevados aumentos de preços anunciados pelos comercializadores.

No mês em análise, entraram 17.254 clientes no mercado liberalizado de gás, tendo 857 (0,4 GWh) transitado do mercado regulado e 16.397 (46,2 GWh) entrado diretamente para as carteiras de comercializadores em regime de mercado (entradas diretas).

Por outro lado, cessaram contrato no mercado liberalizado 15.704 clientes (52,6 GWh) sem que tenham celebrado outro contrato de fornecimento (saídas diretas), e regressaram ao mercado regulado 7.489 clientes.

Desta forma, em termos líquidos, o número de clientes em atividade no mercado livre reduziu-se em 5.939, e diminuiu 8,6 GWh em consumo.

Em abril, o mercado livre representou cerca de 72% do número total de clientes e cerca de 96% do consumo em Portugal Continental, com reduções de 13 e de 1,8 pontos percentuais, respetivamente, relativamente ao valor do mês homólogo.

Já o número de clientes no mercado regulado apresentou um acréscimo de 90,5% relativamente ao mês homólogo, enquanto em termos de consumo ocorreu um aumento de 15,8%, relativamente ao mesmo período do ano passado.

A EDP Comercial continuou a representar, em abil, quase metade dos clientes no mercado livre, tendo a sua quota registado uma quebra de 0,2 pontos em número de clientes, face a março.

A Galp, que representa 21,3% da quota de mercado em termos de clientes, registou uma descida de 0,1 pontos percentuais relativamente ao mês anterior, enquanto a Goldenergy subiu 0,2 pontos e a Endesa manteve a sua quota face a março.

Quanto ao consumo, a Galp manteve a sua posição como principal operador no mercado livre, com quase metade do consumo global, tendo registado uma subida de 0,2 pontos percentuais face ao mês anterior.

A Naturgy e a Endesa ocupam a segunda e a terceira posição em termos de quota de mercado em consumo, enquanto a EDP Comercial registou uma redução de 0,2 pontos percentuais na sua quota.

Continue a ler esta notícia