É o nono mês consecutivo de descida: inflação em Portugal desacelera para 3,1% em julho - TVI

É o nono mês consecutivo de descida: inflação em Portugal desacelera para 3,1% em julho

  • ECO - Parceiro CNN Portugal
  • Mónica Silvares
  • 31 jul, 09:38
Supermercado em Portugal (Pedro Fiúza/Getty Images)

Desaceleração pelo nono mês consecutivo "está parcialmente associada a um decréscimo de preços verificado na classe dos produtos alimentares e bebidas não alcoólicas", avança o INE

A taxa de inflação voltou a abrandar em julho para 3,1%, menos 0,3 pontos percentuais face a junho, à boleia da descida dos preços dos alimentos. É o nono mês consecutivo de descida.

Há nove meses que a taxa de inflação está a desacelerar, deixando para trás o pico superior a 10% atingido em outubro do ano passado. Isto não significa que os preços estejam a descer, mas antes a subirem a um ritmo mais lento.

“Tendo por base a informação já apurada, a taxa de variação homóloga do Índice de Preços no Consumidor (IPC) terá diminuído para 3,1% em julho de 2023, taxa inferior em 0,3 pontos percentuais (p.p.) à observada no mês anterior. Esta desaceleração está parcialmente associada a um decréscimo de preços verificado na classe dos Produtos alimentares e bebidas não alcoólicas”, avança o INE esta segunda-feira.

O INE revela ainda que o indicador de inflação subjacente — que exclui os preços dos alimentos e energia, por serem mais voláteis –, terá descido 4,7%, contra os 5,3% no mês anterior. Já a variação do índice relativo aos produtos energéticos “ter-se-á fixado em -15,0% (-18,8% no mês precedente) e o índice referente aos produtos alimentares não transformados terá desacelerado para 6,9% (8,5% em junho)”, precisa o instituto de estatística. Esta estimativa rápida será confirmada definitivamente a 10 de agosto.

Comparativamente com o mês anterior, a variação do Índice de Preços no Consumidor (IPC) terá sido -0,4% (0,3% em junho e nula em julho de 2022), revela o INE, avançando que estima “uma variação média nos últimos doze meses de 7,3% (7,8% no mês anterior)”.

Já o Índice Harmonizado de Preços no Consumidor (IHPC) português — que permite a comparação com os restantes países europeus — terá registado uma variação homóloga de 4,3% (4,7% no mês precedente). E, segundo os dados divulgados esta segunda-feira pelo Eurostat, Portugal é o sexto país com a taxa de inflação mais baixa, ainda muito aquém do 1,6% da Bélgica, o país com a taxa de inflação mais baixa.

Continue a ler esta notícia

Mais Vistos

EM DESTAQUE