Chama-se Tewa e tem 2,5 metros. Com este comprimento, dificilmente lhe teria acontecido o que aconteceu há 20 anos, quando ainda estava no ovo e foi roubado por uma voluntária do Animal World & Snake Farm Zoo, no Texas, Estados Unidos. Agora, o jacaré voltou "a casa". Ou seja, o jardim zoológico de onde foi retirado.

Um funcionário do zoo, que ajudou na transferência do animal, conta como se deu este regresso, numa publicação do Facebook: "Recebemos uma chamada do Departamento de Parques e Vida Selvagem do Texas, sobre um jacaré que alguém tinha na sua posse há 20 anos, sem licença. Aparentemente, uma voluntária, que tivemos aqui na Animal & Farm há umas décadas, roubou esse ovo, colocou-o no bolso e fugiu. Manteve o jacaré como animal de estimação, durante pelo menos 20 anos."

Dadas as faltas de condições e licenças para manter o jacaré, o animal foi confiscado e devolvido ao lugar de onde foi retirado. 

O zoo e o Departamento de Parques e Vida selvagem partilharam um vídeo onde mostram como se adaptou à nova casa e aos outros jacarés. As entidades garantem que Tewa está a adaptar-se bem às novas condições e advertem: “Jacarés não são bons animais de estimação".

/ MCP