Cocaína vinha com um carregamento de ananases. PJ desmantela grupo criminoso e apreende 251 quilos de droga - TVI

Cocaína vinha com um carregamento de ananases. PJ desmantela grupo criminoso e apreende 251 quilos de droga

  • Agência Lusa
  • MSM
  • 28 jun, 12:14
PJ detém cinco homens que usavam voos privados para trazer cocaína do Brasil

A investigação, que ainda prossegue, conduziu à detenção de quatro homens, todos estrangeiros

Relacionados

A Polícia Judiciária (PJ) desmantelou um grupo criminoso que introduzia grandes quantidades de cocaína no continente europeu, numa operação policial que culminou na detenção de quatro homens e na apreensão de 251 quilos de cocaína.

Em comunicado, a PJ detalha que a droga, transportada em dois contentores marítimos que entraram em território nacional através do Porto de Setúbal, estava escondida em "orifícios localizados na estrutura de madeira das paletes de carga que acondicionavam um carregamento de ananases, proveniente de um país da América Latina".

Os contentores foram posteriormente transportados até um armazém na zona centro do país onde a droga seria retirada das paletes para depois seguir, ao que tudo indica, para Espanha.

A investigação, que ainda prossegue, conduziu à detenção de quatro homens, todos estrangeiros e com idades compreendidas entre os 33 e os 52 anos de idade, que irão ser apresentados à autoridade judiciária competente para efeitos de primeiro interrogatório judicial e aplicação de medidas de coação.

Foram ainda apreendidos 251 quilos de cocaína, vários telemóveis, “documentação com relevância probatória” e duas viaturas, uma delas comercial, com um compartimento especialmente criado para o transporte dissimulado de droga.

A operação “Toro”, levada a cabo nos últimos dias pela Unidade Nacional de Combate ao tráfico de Estupefacientes, e com o apoio do Departamento de Investigação Criminal de Aveiro, iniciou-se “na sequência de troca de informação no quadro do 'Global Drug Intelligence Network', um projeto-piloto financiado pela União Europeia de que a PJ faz parte e que visa reforçar e tornar mais ágil o intercâmbio de informação operacional entre diversos países no domínio do combate ao tráfico de estupefacientes em larga escala”.

No âmbito do trabalho conjunto no combate ao tráfico de droga, a PJ de Lisboa recebeu a vista da Diretora-geral da 'Drug Enforcement Administration' (DEA) dos Estados Unidos da América (EUA), Anne Milgram, com quem foram discutidas estratégias conjuntas no âmbito da intensificação da cooperação no combate ao tráfico de estupefacientes e abordados temas relacionados com a partilha de informação e inteligência, e com o fortalecimento dos mecanismos de formação e capacitação dos elementos da DEA e da PJ.

Continue a ler esta notícia

Relacionados