Portugal testou este sábado à covid-19 68 passageiros que viajaram num avião proveniente da China, informou o ministro da Saúde, Manuel Pizarro.

“Hoje aterrou um segundo avião proveniente da China e todos os passageiros maiores de 12 anos tinham um teste [à covid-19] com menos de 48 horas”, disse aos jornalistas, após uma homenagem ao médico João Pedro Miller Guerra, em Vila Flor, no distrito de Bragança.

Manuel Pizarro adiantou que, “dos 182 passageiros, 111 estavam em trânsito” e que se procedeu à “testagem aleatória a 68 passageiros”.

Esses testes estão a ser analisados pelo Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge, referiu, assegurando que “os portugueses podem estar tranquilos” e fazendo um “apelo à vacinação” (nova fase), que entretanto abriu para pessoas entre os 18 e os 49 anos.

A China registou perto de 60 mil mortes relacionadas com a covid-19 desde o levantamento das rígidas restrições para combater a doença, há um mês.

Portugal está a realizar testes aleatórios à covid-19 a viajantes provenientes daquele país desde o dia 07 e a exigir um teste realizado até 48 horas antes do embarque desde o dia 08.

Portugal juntou-se a Áustria, Alemanha, Suécia e Bélgica, que já tinham anunciado a realização de testes aos viajantes oriundos da China.

A medida surge depois de a União Europeia ter recomendado "fortemente" que os Estados-membros exijam a todos os viajantes do país um teste negativo para a covid-19 realizado a menos de 48 horas da partida.

/ JGR