«Robinho e Dani Alves? Se isso tivesse sido feito à minha filha, não estava aqui para dar esta entrevista» - TVI

«Robinho e Dani Alves? Se isso tivesse sido feito à minha filha, não estava aqui para dar esta entrevista»

Felipe Melo, Fluminense (foto: Action Plus)

Felipe Melo, sem papas na língua, comenta casos de violação de Dani Alves e Robinho e afirma que «todos os seres humanos têm de ser respeitados, mulheres e homens»

Relacionados

Felipe Melo aborda, pela primeira vez, os casos de violência sexual que envolveram Dani Alves e Robinho, em que ambos acabaram condenados. 

Aos 40 anos, o capitão do Fluminense admite que recebeu as notícias de uma forma mais emocional, por se tratar de pessoas com quem partilhou o balneário, no caso de Dani Alves, desde os escalões mais baixos.

«O ser humano tem que ser respeitado, a mulher tem que ser respeitada, assim como o homem. O Dani Alves foi criado na seleção brasileira comigo, fui habituado a jogar pelo Brasil ao lado dele, então a notícia caiu como uma bomba. Ainda assim, ele tem que pagar pelo que fez, se for um condenado, tem de pagar pelo que fez», confessa o internacional brasileiro.

Felipe Melo vai mais longe e alerta para a preocupação das vítimas, assim como as famílias das mesmas. Sem papas na língua, atira que se algo semelhante tivesse acontecido com uma filha sua, não teria dado a entrevista à «Globo Esporte».

«Eu tenho uma filha de 15 anos de idade. Se algo do género tivesse sido feito com a minha filha, não estaria aqui para fazer esta entrevista com vocês», afirma.

«Que isto sirva de lição para outros não o fazerem, este assunto é muito sério, não temos que passar a mão na cabeça de ninguém, a pessoa tem de pagar. O Dani Alves já saiu da cadeia, acho pouco para alguém que fez o que fez com uma mulher, é só imaginar o que sente a rapariga, que é filha, o sentimento dos pais», conclui o defesa de 40 anos.

Continue a ler esta notícia

Relacionados