As ligações fluviais entre Lisboa e os concelhos do Seixal e Montijo estão esta quarta-feira, pelo terceiro dia consecutivo, com constrangimentos por motivos técnicos, segundo informação disponível na página da Internet da Transtejo.

“Por motivo de constrangimentos técnicos na frota, não é possível garantir a realização de todas as carreiras previstas no período de ponta da manhã e da tarde”, refere a empresa.

De acordo com a Transtejo, com o objetivo de minimizar o impacto de supressões e atrasos de carreiras, alguns navios iniciam viagem logo que seja alcançada a lotação máxima de passageiros embarcados, independentemente do horário previsto.

Na segunda-feira, a empresa anunciou constrangimentos no período da manhã para as travessias entre Lisboa (Cais do Sodré) e os concelhos do Montijo e Seixal, no distrito de Setúbal.

Na terça-feira, os constrangimentos estavam previstos também para o período de ponta da tarde.

A empresa aconselha os passageiros a consultar previamente o estado da ligação fluvial em tempo real disponível no site www.ttsl.pt e na App TTSL, em “Próximas Partidas”.

A agência Lusa contactou a empresa questionando sobre o motivo dos constrangimentos nos últimos dias, mas até ao momento não teve resposta.

A Transtejo é responsável pela ligação do Seixal, Montijo, Cacilhas e Trafaria/Porto Brandão, no distrito de Setúbal, ao Cais do Sodré, enquanto a Soflusa faz a travessia entre o Barreiro (distrito de Setúbal) e o Terreiro do Paço, em Lisboa.

/ WL