Toblerone deixa de usar montanha Matterhorn nas suas embalagens. É a lei suíça que impõe a mudança - TVI

Toblerone deixa de usar montanha Matterhorn nas suas embalagens. É a lei suíça que impõe a mudança

  • CNN Portugal
  • MCP
  • 6 mar, 16:38
Toblerone

Marca vai sofrer alterações na sua imagem depois de decidir mudar a sua produção para a Eslováquia. Só produtos produzidos na Suíça podem ser considerados "da Suíça"

O pico Matterhorn das embalagens da Toblerone vai desaparecer. A imagem icónica que remetia para a montanha suíça vai mudar após a empresa que detém a marca ter deslocado parte da produção da Suíça para a Eslováquia.

Segundo a Bloomberg, que cita o jornal suíço Aargauer Zeitung, a empresa norte-americana Mondelez, responsável pela produção dos chocolates, disse que iria substituir a imagem de Matterhorn por uma montanha mais moderna e genérica de forma a não violar a lei suíça - o que significa que o chocolate criado pela primeira vez em Berna, em 1908, vai perder a imagem a que desde os anos 70 é associado. Escondido no pico da montanha, há também um urso, o símbolo da cidade de Berna - que também está destinado a desaparecer. Isto porque, de acordo com a lei em causa, um chocolate que não seja produzido em território suíço não pode ser considerado “da Suíça”.

Assim sendo, a marca vai sofrer mudanças no seu visual mas mantendo a estética triangular e com um design mais minimal, segundo um porta-voz da Mondalez. Ainda assim, passa  a ter a informação “estabelecido na Suíça" em vez de “na Suíça", como anteriormente se lia.  

A Mondelez anunciou no ano passado que a empresa estava a preparar a abertura de um novo local de produção do chocolate Toblerone na Eslováquia, em resposta à crescente procura mundial dos seus produtos.

Apesar de ainda não existirem pistas sobre a nova imagem do logótipo, a Mondalez acredita que vai ganhar com a decisão de transferir a produção para Bratislava, prevendo um aumento de fabrico de milhões de barras.

Em 2016, a marca gerou polémica por tentar mudar o design da barra de chocolate e separar mais o chocolate de forma a diminuir custos de produção.

Continue a ler esta notícia