O ministro da Economia e do Mar afirmou esta terça-feira que o desempenho da economia portuguesa no ano passado foi "notável", destacando que as exportações estão "à beira dos 50% do Produto Interno Bruto” (PIB).

António Costa Silva falava no parlamento, na comissão parlamentar de Economia, Obras Públicas, Planeamento e Habitação, no âmbito de uma audição regimental.

"Nesta intervenção inicial queria referir, em primeiro lugar, a performance da economia em 2022, que foi notável", sublinhou o governante.

No ano passado, "tivemos um crescimento" do PIB de "6,8%, isto segue-se ao crescimento de 5,5% no ano anterior, este crescimento é o segundo na União Europeia, atrás da Irlanda", prosseguiu.

O desempenho de 2022 "traduz realmente esta resiliência da economia portuguesa", o que representa a capacidade de ter resistido a situações difíceis", nomeadamente a alta dos preços de energia e das matérias-primas, decorrente da invasão da Ucrânia pela Rússia.

Salientou também o papel das exportações, que "estão à beira dos 50% do Produto Interno Bruto", e a "performance do turismo", que foi "absolutamente notável" e é um dos "grandes motores" da economia portuguesa.

/ BC