Seguradora recusa-se a ajudar Martim

No «Dois às 10», o advogado Alexandre Guerreiro deixa alerta sobre contratos de seguros e comenta o caso específico de Martim.

A família de Martim luta para que seguradora assuma responsabilidade após acidente trágico que deixa o menino, de 12 anos, incapacitado. «Estará a seguradora a agir de má fé?» questiona Cláudio Ramos.

O Dr. Alexandre Guerreiro esclareceu algumas dúvidas sobre o tema e afirma que a seguradora é responsável por cobrir os danos, a terceiros, provocados pelo acidente. No entanto, a seguradora não concorda com o valor da indeminização e recusa-se a cobrir o valor dos tratamentos necessários para o Martim. 

«As seguradoras tentam vencer pelo cansaço», afirma o advogado. A família de Martim precisa de ajuda para os tratamento do filho e apela à seguradora para avançar com a indeminização a que têm direito. 

RELACIONADOS

Quais são os queijos mais adequados para intolerantes à lactose?

Fátima Campos Ferreira manteve o seu cancro em segredo

Joana Amaral Dias: «A casa dos horrores com a perversão a passar de geração em geração»

«Sinto falta do cheiro da minha mãe»

Andreia aprendeu a viver com menos 6 centímetros numa perna

MAIS EXTRAS