Ateou incêndio na Batalha por motivos passionais. Foi detido pela PJ - TVI

Ateou incêndio na Batalha por motivos passionais. Foi detido pela PJ

  • Agência Lusa
  • MSM
  • 8 nov 2023, 12:46
Algemas (Reuters)

A ação do suspeito provocou danos avultados

Relacionados

A Polícia Judiciária (PJ) anunciou nesta quarta-feira a detenção de um homem suspeito de ter provocado um incêndio urbano no concelho da Batalha por motivos passionais, crime que provocou danos muito elevados em viaturas e num armazém.

Em comunicado, a PJ revelou que, através do Departamento de Investigação Criminal de Leiria, deu cumprimento a um mandado de busca domiciliária e a um mandado de detenção, emitidos pelo Departamento de Investigação e Ação Penal de Leiria, “no âmbito de investigação em curso, na sequência de participação de incêndio urbano, ocorrido em meados de outubro do corrente ano, em freguesia do concelho da Batalha”.

“As diligências de investigação realizadas permitiram identificar o autor do crime denunciado, incêndio doloso, concretizado por ação de chama direta sobre combustível espalhado numa caravana estacionada, tendo ocorrido propagação das chamas, danificando mais três viaturas e um armazém próximo, resultando danos de valor avultado”, adiantou a PJ, esclarecendo que “os factos criminosos praticados tiveram, como móbil, motivos passionais”.

À agência Lusa, fonte da PJ explicou que o incêndio ocorreu na madrugada de dia 17 de outubro e que a caravana era propriedade de uma das pessoas com quem o arguido, de 44 anos, estava em conflito.

“Os danos são muito elevados, mas ainda não estão quantificados. A caravana e os carros ficaram bastante danificados, atingindo ainda um armazém nas janelas e portas”, declarou a mesma fonte.

Segundo este responsável, “em causa está o crime de incêndio, contudo, a PJ investiga outra factualidade associada ao confito entre autor e vítimas”.

O suspeito vai ser sujeito a primeiro interrogatório judicial para aplicação das medidas de coação.

Continue a ler esta notícia

Relacionados

Mais Vistos