VÍDEO SEGUINTE
Descrição

Ventura defende que "nomeação de um primeiro-ministro interino por parte do PS é uma solução ilegal e absurda"

O líder do Chega, André Ventura, disse esta quarta-feira que a posição do partido é que "meados de fevereiro ou início de março” deveremos ir para eleições. Ventura diz ainda que Marcelo está “inclinado” para deixar o Orçamento ser aprovado.

Assim, para o líder do Chega a "única solução é a dissolução da Assembleia da República e a convocatória de novas eleições legislativas". 

Por fim, manifesta também, a compreensão do partido, no congresso do PS para reeleição de um líder. 

8 nov 2023, 18:05
Últimos
Últimos