Bife à regional dos Açores por Rúben Pacheco Correia

Hoje, no «Dois às 10» recebemos o chef Rúben Pacheco Correia para nos ensinar a fazer um biFe delicioso e suculento

O "bife à Regional dos Açores" nasceu há cerca de 60 anos, pelas mãos do chefe Alcides Cabral de Melo. Sendo uma variante do bife à inglesa, hoje é já um prato que marca a gastronomia dos Açores e, provavelmente, a receita que mais se encontra e se vende em qualquer restaurante da ilha de São Miguel.

Aquece-se um pouco de óleo numa frigideira antiaderente; doura-se o bife de ambos os lados até obter o grau de cozedura desejado; tempera-se com sal e pimenta; junta-se o alho laminado e a folha de louro; rega-se com vinho branco e deixa-se evaporar um pouco.

Adiciona-se, finalmente, as tiras de pimento (não encontrando pimentos de curtume, pode usar-se os correntes). Incorpora-se a manteiga, mexendo com uma colher de pau até obter um molho cremoso e brilhante, sem deixar ferver.

Emprata-se o bife, regando-o com o molho da frigideira e serve-se de imediato.

A carne usada para o bife dos Açores é maioritariamente originária do arquipélago, sendo proveniente do efetivo leiteiro que é criado em pastagens verdejantes. Esta receita é uma variante do bife à inglesa, com recurso à  pimenta da terra e ao alho da ilha de São Miguel. O bife pode ser acompanhado com batata frita e, quase sempre, com ovo a cavalo.

 

 

RELACIONADOS

Salada de bulgur com maçã verde e melancia com molho guacamole

Tia Cátia ensina: coroa de sardinha com molho de pimentos assados

Tarte de caramelo salgado e chocolate picante

Guioza de carne com molho de caril

Chef Hernâni Ermida prepara brownie de dois chocolates com gelado de noz

Frango com arroz e cenoura de Rúben Pacheco Correia

A Não Perder

MAIS

Mais Vistos

Mais Vistos Goucha

Receitas

Fotos

Vídeos